Livre-se dos 10 erros mais comuns na compra do 1º imóvel

Novidades | 17 de Maio de 2018

Temos algumas suposições sobre quem nos lê agora:
 

Você ainda não tem plena certeza se possui condições financeiras para pagar um apartamento;

Você entende pouco sobre investimento ou processos da compra de um imóvel;

Possui, ainda, um certo receio ao pensar que terá que passar anos da sua vida pagando parcelas todos os meses.
 

Se essas questões têm a ver com você, então provavelmente você está querendo comprar um imóvel. Não se sinta só!

 

Todas essas dúvidas são comuns a todos que pretendem fazer esse investimento, que por sinal, é um dos mais importantes da vida.

Diante da insegurança, a única maneira de acertar é conhecer os possíveis erros antes mesmo que eles aconteçam. Pois assim eles não vão sequer aparecer na sua frente.

Comprar um imóvel, além de uma realização pessoal de enorme tamanho, é também algo muito simples. Desde que você não cometa nenhum dos equívocos listados abaixo.

 

1 – Não se planejar financeiramente

O planejamento é parte essencial na compra de um imóvel. Está presente em todas as etapas desse processo: antes, durante e até mesmo depois.

Quem se planeja compra com segurança, encontra vantagens de preço e até vive uma experiência muito mais satisfatória no final das contas, já que tudo tende a dar certo.

Comprar um imóvel é um caminho que passa por pesquisa, burocracias, negociações, disciplina e até controle das emoções. Ou seja, se organizar é única opção para quem quer realizar tamanho investimento da maneira certa.

 

2 – Deixar-se levar apenas pelas emoções

Impossível não ter emoção na hora de comprar um apartamento novo, ainda mais se essa é a compra do seu primeiro imóvel.

No entanto, emoção serve para atribuir significado e sentido e não para gerir suas decisões durante esse processo.

  • Seja pragmático para obter as melhores condições de pagamento;
  • Pesquise bastante, não feche negócio rapidamente, ainda que tenha encontrado uma proposta irrecusável logo no início;
  • Não se contente com as modalidades de financiamento que você conhece, busque por novas alternativas;
  • Ouça seus amigos e familiares, mas não deixe de optar por uma empresa conhecida e com tradição no mercado.
     

3 – Pensar que o preço da compra é o único gasto

O preço da compra não é o único gasto. Existem inúmeras taxas, impostos, gastos com documentações e atividades extras que exigirão pagamento.

Um bom planejamento financeiro é resultado de uma pesquisa capaz de levar em conta todos os gastos extras. Dessa forma, surpresas desagradáveis não irão acontecer.

Dica importante: a maneira como você compra seu imóvel define a qualidade do investimento que você vai fazer. Pesquise novas possibilidades de se comprar um imóvel e surpreenda-se com as novidades do mercado!

 

4 – Contentar-se com as possibilidades que já estão aí

Todo mundo que decide comprar um apartamento, quer encontrar o melhor custo-benefício possível. Afinal, adquirir uma casa própria é a realização de um sonho que vale para a vida toda.

Nem todas as possibilidades de se comprar um imóvel oferecem aquela velha premissa de longas parcelas, inúmeras burocracias, juros altíssimos ou data incerta para começar a morar na nova casa.

Hoje, o mercado imobiliário é muito mais dinâmico e acompanha as tendências dos novos consumidores, que procuram por referências, facilidades e clareza em todos os processos. No entanto, para encontrar tudo isso, tem que pesquisar e comparar bastante.

 

5 – Não ler o contrato atentamente

Por incrível que pareça, muitas pessoas não leem o contrato. Três motivos para lê-lo com muita atenção:

1 – Jamais, em hipótese alguma, assine um contrato sem antes checar todos os seus pontos;

2 – Conte com a ajuda de um profissional, um advogado ou até mesmo um amigo para lhe ajudar a interpretar e sanar alguma dúvida;

3 – Se encontrar algum ponto com alguma ambiguidade, verifique essa questão com a empresa responsável pelo imóvel.


 

6 – Não ter paciência

Tenha paciência! Quantas vezes na vida você acha que vai comprar algo tão grandioso e cheio de valor quando um imóvel? A dimensão da importância desse investimento exige muito cuidado e análise diante de cada etapa do processo de compra.

  • Quanto é sua renda mensal?
  • Com quem você vai morar na sua nova casa?
  • Quanto tempo você pretende ficar pagando?
  • Quais seus bairros favoritos aí na sua cidade?
  • Qual é o formato do apartamento dos seus sonhos?
  • Todas essas expectativas precisam ser supridas completamente, pois mesmo a paciência isso ajuda a evitar frustrações e arrependimentos futuros.
     

7 – Não se importar com a localização do imóvel

Para você, o que significa ter qualidade de vida?

É impossível não tratar desse assunto na hora de comprar um imóvel. O lugar onde se mora deve oferecer, em todos os aspectos possíveis, muito conforto, segurança e tranquilidade, para que assim a vida possa ser vivida com satisfação.

Opte por morar em bairros com boa estrutura, bem localizados, com opções de lazer, entretenimento e comércio, que seja de fácil acesso para os principais pontos aí da sua cidade.

Ao pensar em todos esses quesitos, qual bairro você se lembra?

 

8 – Não pesquisar sobre a empresa responsável

O que você sabe sobre a empresa que decidiu negociar?

Verifique o histórico da instituição ao longo do tempo. Veja se esta empresa está com frequência nos canais de mídia aí da sua cidade. Confira também sobre a importância que ela dá para as medidas de segurança e legalidade que envolvem todo o processo de compra e venda de um imóvel.

 

9 – Achar que comprar um imóvel é só comprar um imóvel

Comprar um apartamento não é apenas isso. Sua vida não será mais a mesma. Tudo será diferente: sua relação com sua família e amigos, sua estabilidade financeira entrará em outro patamar a partir de então, e por fim, um imóvel próprio lhe dará sustentação para novos projetos até mesmo em sua carreira profissional.

Portanto, ao escolher sua nova casa, opte pela opção que esteja em sintonia com todas as áreas da sua vida.

 

10 – Querer e não comprar

Não há nada pior do que adiar um sonho tão importante como este. Aliás, há sim, algo ainda bem pior: não o realizar jamais.

Se você sente que chegou a hora de sair do aluguel ou da casa dos pais, não hesite em organizar sua vida para a realização desta grande conquista.

Converse com quem você confia, trace novos planos, estabeleça metas. Viva a partir de hoje em função de viabilizar a sua nova vida que nascerá a partir de então.

Dizem que errar é humano. Mas isso só vale para quando não conhecemos os possíveis erros que nos cerca. Agora você já conhece os 10 erros mais comuns na hora de comprar o primeiro imóvel. Ou seja, desses você já está livre.

Dê o próximo passo!
 

Referências:

http://www.apolar.com.br/blog/5-erros-comuns-na-compra-primeiro-imovel/

http://www.vivareal.com.br/blog/dicas-compra/6-erros-que-voce-deve-evitar-ao-comprar-o-primeiro-imovel/

https://blog.benvenuto.com.br/7-erros-de-quem-compra-o-primeiro-imovel/

http://blog.brhouseimoveis.com.br/2017/06/14/6-erros-que-voce-deve-evitar-ao-comprar-o-primeiro-apartamento/

https://comocomprarumapartamento.com.br/como-comprar/4-erros-comuns-na-compra-do-primeiro-apartamento-e-como-evita-los/

http://vivaquartzo.com.br/2017/02/06/comprando-o-primeiro-imovel-4-erros-para-nao-cometer/